Banhos de Floresta na Colômbia: um encontro com o poder regenerador da biodiversidade natural

Os Banhos de Floresta estão a chegar à Colômbia, um país de uma enorme biodiversidade, cujos habitantes desfrutam de ter uma grande riqueza geográfica ao seu redor. O país foi catalogado pelo Centro Mundial de Vigilância da Conservação como um dos países “megadiversos”, ocupando o terceiro lugar em espécies vivas e segundo lugar em espécies de aves. Na Colômbia coexistem diferentes pisos térmicos, cadeias montanhosas, desertos, planícies, vulcões, selvas, terrenos baldios e costas.

A fauna é a flora são das mais ricas e biodiversas do mundo e as cidades colombianas estão conectadas por vastas faixas naturais de grande riqueza, o que originou uma ascensão do turismo de aventura e do ecoturismo nas últimas décadas. Todas estas características criaram um grande interesse na população colombiana por conhecer melhor o seu enorme número de espécies autóctones da fauna e flora e o cuidado com as florestas. Assim sendo, a prática dos Banhos de Floresta na Colômbia é uma possibilidade de abertura para que os colombianos experimentem o contacto com a natureza de uma forma diferente, centrada na contemplação e na imersão sensorial.

A relação das subculturas colombianas com a natureza tem misturas muito interessantes, pois convergem as tradições indígenas de diferentes zonas do país, cuja relação de cuidado com com a terra é um legado milenar, junto com o encontro das culturas urbanas com a natureza, o qual mostra os sinais de um turismo muitas vezes arrasador e inconsciente com o meio ambiente.

Assim, nas últimas décadas tem-se promovido com maior força, por parte de instituições estatais, da comunidade académica e de ambientalistas, a consciência de uma cultura de maior respeito e cuidado ambiental, e inclusive um voltar para a sabedoria ancestral e a medicina tradicional das nossas comunidades indígenas. Isto permite que a relação de cuidado e respeito pelo mundo natural, bem como a compreensão de que a saúde é influenciada e incentivada pela riqueza dos ambientes naturais, se comece a sentir mais presente na consciência das pessoas. 

Nesta importante relação entre ser humano e natureza, os Banhos de Floresta, a meu ver, são uma prática baseada no conhecimento científico e na cultura de contemplação japonesa, que também chega a contribuir para regressar o olhar para a tendência natural humana de surpreender-se, maravilhar-se e sentir-se confortável no meio natural. Mas não são apenas estes os benefícios, senão a possibilidade de educar-se as pessoas no conhecimento que sustenta os Banhos de Floresta, bem como a demonstração dos impactos positivos para a saúde, desde o contacto com a química presente na floresta e na natureza.

Apesar das caminhadas ecológicas fazerem parte da tradição dos colombianos, e centenas de pessoas das cidades saierem a cada fim-de-semana para partilhar em família os espaços públicos naturais, a proposta de uma caminhada como a dos Banhos de Floresta (ou Shinrin-yoku), um contacto silencioso e uma imersão sensorial lenta na natureza, não fez propriamente parte da cultura popular colombiana.

Porém, começa-se a sentir na nossa sociedade a receptividade e acolhimento de diferentes práticas de cuidado pessoal e de bem-estar. Assim, a conexão natural e a prática restauradora da saúde física e emocional oferecidas pelos Banhos de Floresta poderão gerar um grande acolhimento numa população que não escapa aos elevados índices de ansiedade, stress e depressão igualmente presentes no resto do mundo.

Na minha aproximação ao exercício de guiar Banhos de Floresta na Colômbia, dentro do modelo do Forest Therapy Institute (FTI), descobri que as enormes possibilidades para convidar o participante à exploração e ao encontro com a surpresa e a maravilha da floresta, oferecidas pela nossa geografia e riqueza natural, são infinitas.

O facto de que os nossos trilhos de floresta se encontram normalmente atravessando montanhas em espaços estreitos, muitos de eles com grande densidade de folhagem, pode elevar algumas diferenças interessantes à experiência japonesa ou de outros países. No entanto, nesta zona tropical do mundo, a riqueza dos sons, cheiros e seres relacionados com a floresta gera um efeito tão mágico no grupo silencioso dos caminhantes, que o seu poder restaurador não demora em fazer-se sentir.

Os Banhos de Floresta na Colômbia definitivamente podem ser uma experiência única e imperdível para colombianos e turistas internacionais que queiram conectar-se com terrenos de uma abundância impressionante, acompanhados de uma sinfonia majestosa de aves, insetos, rios e flora, na abertura de todos os sentidos, instalando-se assim uma calma muito especial.

 

  • Por Emma Sánchez, Guía Certificada de Banhos de Floresta pelo Forest Therapy Institute. Psicóloga. Mestre em Psicologia Clínica. Foi diretora do Projeto de Graduação do curso de psicologia da Universidade Javeriana Cali, em pesquisa sobre auto-regulação emocional de crianças através do comic.

@lluviadebosque / @esmindful

Deixe um comentário

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0